Por que Máscaras?

Por que Máscaras?

As máscaras funcionam como uma barreira física de proteção contra as gotículas expelidas no ar por pessoas infectadas com o coronavírus SARS-CoV-2, responsável pela Covid-19.

A tosse de um vizinho que envia dez partículas virais em sua direção pode ser o suficiente para iniciar uma infecção em sua garganta, mas os cílios da superfície do epitélio que reveste essa região provavelmente farão seu trabalho e limparão os invasores.

O vírus pode começar seu processo de infecção na garganta ou nariz, produzir tosse, prejudicar o paladar e o cheiro, e então ficar por aí.

Mas se o vizinho estiver mais perto e tossir 100 partículas em sua direção, o vírus pode chegar até os pulmões. Como ele chega lá não se sabe. Uma vez dentro das células ele faz uso de um arsenal diversificado de moléculas perigosas.

O importante é que, na garganta ou pulmão, o SARS-CoV-2 se reproduz com facilidade, levando à manifestação da doença que pode ser grave. Partículas virais passam da garganta para a saliva antes mesmo do início dos sintomas e essas partículas podem passar facilmente de pessoa a pessoa.

O SARS-CoV-2 e outros coronavírus: diferenças

Isso explica uma diferença crucial entre SARS-CoV-2 e outros coronavírus que são  muito menos eficazes em dar esse salto, infectando apenas quando os sintomas estão totalmente desenvolvidos, tornando-os mais fáceis de serem contidos.

Essas diferenças levaram a alguma confusão sobre a letalidade do SARS-CoV-2. Alguns especialistas o descrevem como menos mortal do que o SARS-CoV, porque mata cerca de 1% das pessoas que infecta, enquanto o SARS-CoV mata dez vezes mais, ou seja, 10%. Mas essa é a maneira errada de ver as coisas.

O SARS-CoV-2 é muito melhor para infectar pessoas, mas muitas das infecções não afetam os pulmões.  Quando isso ocorre promove uma doença grave, muitas vezes mortal.

Além disso, a infecção por SARS-CoV-2 pode desencadear uma resposta imunológica excessiva conhecida como tempestade de citocinas, que é responsável pela falência de múltiplos órgãos e morte.

O vírus também pode infectar o intestino, coração, células sanguíneas, olhos, espermatozoides e, possivelmente, o cérebro.

A importância das máscaras

Antes da pandemia causada pelo novo coronavírus, era quase impensável ver grande parte da população usando máscaras de proteção na rua.

A Covid-19, doença causada pelo coronavírus SARS-Cov-2, é transmitida principalmente por meio do contato com pequenas gotículas que contêm o vírus e são expelidas por pessoas infectadas. Elas entram em contato com as nossas vias aéreas, e o novo coronavírus pode começar a se multiplicar no nosso corpo.

As máscaras funcionam como uma barreira física para a liberação dessas gotículas no ar quando há tosse, espirros e até mesmo durante conversas. Seu uso é importante principalmente em locais em que não é possível manter uma distância mínima de segurança.

Apesar de sua eficácia, seu uso deve ser acompanhado de outras medidas de proteção como limpeza frequente das mãos e distanciamento físico de 2 metros de outras pessoas. Além disso, não toque olhos, nariz e boca e nem a máscara. Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com o antebraço.

Use máscaras! As máscaras funcionam como uma barreira física de proteção contra as gotículas expelidas no ar por pessoas infectadas com o coronavírus SARS-CoV-2.

Proteja-se e proteja quem está ao seu redor sempre!

Fonte: Almazán F et al Coronavirus reverse genetic systems: Infectious clones and replicons Virus Research Volume 189, 30 August 2014, Pages 262-270