Densitometria Óssea: Para Que Serve?

Densitometria Óssea com equipamentos de última geração constitui o estado-da-arte da saúde óssea e metabólica.

Densitometria Óssea: Para Que Serve?

Densitometria Óssea com equipamentos de última geração para medir perda óssea e composição corpórea.

A Densitometria Óssea da Genoa/LPCM é realizada no equipamento GE Lunar Prodigy Advance, estado-arte da densitometria, que usa doses desprezíveis de radiação para medir perda óssea e composição corpórea.

Para que serve a Densitometria Óssea?

O exame mede a densidade mineral óssea de determinados locais esqueléticos como, por exemplo, da coluna lombar, de um fêmur único ou ambos os fêmures ou do antebraço, caso necessário.

Durante a realização do exame, os dados coletados são comparados a curvas de referências padronizadas obtidas de uma população de referência adulta da mesma faixa etária, sexo e etnia, permitindo o diagnóstico de condições que levam à redução da densidade mineral óssea, como osteopenia e osteoporose.

Com adição de um aplicativo, é possível fornecer uma estimativa de probabilidade de fratura osteoporótica em 10 anos, tanto para homens e como para mulheres na pós-menopausa, com idades entre 40 e 90 anos.

Osteopenia e osteoporose

A diferença entre elas é que a osteoporose é uma doença em que há perda de osso e risco de fratura, e a osteopenia indica apenas a redução da massa óssea, que quando não tratada, pode se agravar, levando à osteoporose. Geralmente, a osteopenia antecede a osteoporose.

O aspecto poroso dos ossos se torna mais evidente na osteoporose e, mesmo que as fraturas não sejam dolorosas ou evidentes, podem promover a deformação óssea, prejudicando a qualidade de vida do indivíduo.

Assim como a osteopenia, a osteoporose é uma doença silenciosa, porém, em estágios avançados, apresenta sintomas como dores nas costas, redução da estatura e deformação na coluna.

Enquanto a osteopenia é um quadro que pode ser revertido ou protelado, a osteoporose é uma doença sem cura e difícil de reverter. Entretanto, é possível realizar um tratamento que desacelere o processo de degeneração óssea.

Prevenção

A osteoporose afeta 200 milhões de mulheres em todo o mundo e mais de 8,9 milhões de fraturas ocorrem anualmente, o que resulta em uma fratura osteoporótica a cada 3 segundos.

O melhor tratamento para a osteoporose sempre é a prevenção, tanto para impedir seu surgimento quanto para evitar fraturas em pacientes com osteoporose já diagnosticada.

Trata-se de uma mudança de estilo de vida, focando na alimentação saudável, prática de atividades físicas, evitar cigarro e bebidas alcoólicas, rever medicações que aumentem o desgaste ósseo. Também é essencial ter outros cuidados com a saúde na terceira idade.

A Composição Corporal

A balança não diz às pessoas quanto do seu corpo é composto de gordura e massa muscular. Mas a avaliação da Composição Corporal pelo Prodigy é capaz de poder ajudá-las a descobrir isso com precisão.

Por meio do cálculo da Composição Corporal, uma varredura total do corpo é realizada, permitindo estimar a massa óssea, massa gorda e massa magra, incluindo músculo, vísceras e água.

O Prodigy têm um recurso de software que estima a massa e o volume do tecido adiposo visceral na região denominada androide que corresponde ao abdômen, fazendo uma avaliação da distinção entre gordura subcutânea e visceral, essa última armazenada na cavidade abdominal.

Com os dados obtidos, é possível também estimar informações importantes como “Taxa Metabólica em Repouso”, “Índice de Gordura Corporal” e “Índice Muscular Esquelético Relativo”.

A gordura visceral, também conhecida como “gordura ativa” influencia o funcionamento dos hormônios no corpo.

Cerca de 10% da gordura corporal total é constituída por gordura visceral e o excesso dela com o passar dos anos terá consequências potencialmente perigosas como diabetes, doenças cardiovascular e arterial coronariana, câncer de mama e cólon, pressão alta, Alzheimer para citar algumas.

Preparos e orientações para realizar o exame

Se você for se submeter ao exame de densitometria óssea deve:

  • Informar o seu médico e o técnico se existe a possibilidade de você estar grávida, se fez recentemente exame de bário ou recebeu uma injeção de material de contraste para tomografia ou cintilografia de radioisótopos. Nesse caso, aguardar 15 dias para eliminação da medicação.
  • Deixar as joias em casa e use roupas largas e confortáveis e livres de metais como presilhas, botões ou zíperes (para melhor agilidade no exame).
  • Não tomar suplementos de cálcio por pelo menos 24 horas antes do exame.
  • Usar um avental, caso o laboratório peça.
  • Levar exames anteriores para comparação.
  • Consultar o seu médico regularmente. Somente ele poderá solicitar o exame.

Densitometria Óssea com equipamentos de última geração constitui o estado-da-arte da saúde óssea e metabólica é na Genoa/LPCM.

Para agendar

Faça o seu exame conosco! Para agendar: (11) 3135-6880 ou 96318-8021.