Câncer Oral

Câncer Oral

O câncer oral foi a causa da morte do ex-Beatle George Harrison.

George Harrison, o guitarrista e espiritualista dos Beatles morreu precocemente no final de 2001 aos 58 anos de idade de câncer oral. Ele mesmo admitiu que anos de tabagismo pesado provavelmente foram responsáveis pelo desenvolvimento de seu câncer.

O uso concomitante de tabaco e álcool é o fator de risco mais importante para a origem de câncer oral. Um outro fator de risco é a exposição ao vírus HPV de alto risco, que também é o causador de câncer de colo uterino em mulheres. Em menos de 10% dos casos, não há causa identificada, e pode estar relacionada a uma predisposição genética.

O Brasil é o terceiro país com o maior número de câncer de boca, com 15 mil novos casos por ano, comprometendo predominantemente homens entre 50 e 60 anos.

Quando diagnosticados e tratados nos estágios iniciais, as taxas de sobrevida para os pacientes portadores de câncer oral é de 80 a 90%. Mas a maioria dos casos já se encontra em estágios avançados, com taxa de mortalidade em 5 anos maior que 40%.  No caso de George Harrison, ele só descobriu seu tumor quando apresentou uma metástase em um gânglio do pescoço.

Novas terapias para o tratamento do câncer oral

Recentemente foram desenvolvidas novas terapias, entre elas a Imunoterapia e a Terapia Alvo.

A primeira é projetada para promover as defesas naturais contra o tumor, restaurando as funções do sistema imunológico. O uso de bloqueadores do checkpoint imunológico, como anticorpos anti-PD1, PD-L1 e CTLA4, desarma as células tumorais e permite a ação do sistema imune.

Já a Terapia Alvo objetiva o bloqueio de genes específicos que contribuem para o crescimento do tumor como, por exemplo, os anticorpos dirigidos contra um receptor celular denominado EGFR ou Receptor do Fator de Crescimento Epidérmico. Esse tratamento é usado em combinação com radioterapia.

Para diminuir a incidência do câncer oral, devemos tomar medidas preventivas como evitar o uso do tabaco, além de promover a vacinação de crianças e adolescentes contra o HPV.