A Importância da Vacinação Para a Saúde Pública

Vacinar-se é um ato de proteger a si e a quem você ama

A Importância da Vacinação Para a Saúde Pública

Quanto mais pessoas imunizadas, mais pessoas protegidas, menos pessoas doentes e menos gastos com a saúde pública. Vacine-se!

Existentes há mais de 200 anos, as vacinas são essenciais para proteger nossa saúde contra diversas doenças. Por isso, no dia 9 de junho é celebrado o Dia Nacional da Imunização, a fim de chamar a atenção da população para a importância de se imunizar para erradicar patologias como sarampo, varíola, rubéola, entre outras.

Programa Nacional de Imunizações

Criado em dezembro de 1973, o programa brasileiro tem a missão de reduzir a morbimortalidade por doenças imunopreveníveis, ou seja, que podem ser evitadas por meio de vacinas. Para isso, busca realizar ações integradas para promoção, proteção e prevenção em saúde da população, estimada em cerca de 211 milhões de pessoas.

O Calendário Nacional de Vacinações, instituído pelo PNI, tem o objetivo de manter um leque de vacinas oferecidas anualmente para proteger brasileiros de todas as idades.

Desde o nascimento até a terceira idade, são 19 vacinas distribuídas de forma gratuita pela rede pública.

Mais abaixo, você confere o Calendário Vacinal da SBIm que começa ao nascer com a BCG, passando pela tríplice bacteriana, as vacinas contra poliomielite e rotavírus, pneumocócicas, até as imunobiológicas contra gripe, dupla bacteriana tipo adulto, combinadas contra hepatites A e B e febre amarela.

A SBIm

Criada em 1998, a SBIm – Sociedade Brasileira de Imunizações – é uma entidade sem fins lucrativos que agrega profissionais de diferentes especialidades, porém, tendo como foco comum as imunizações.

Os objetivos da SBIm: atualização científica, reciclagem profissional, elaboração de calendários e manuais, atuação junto aos órgãos públicos, participação nas decisões do Programa Nacional de Imunizações (PNI), regulamentação da atividade, respeito à ética e, fundamentalmente, a valorização permanente das vacinas como ferramenta vital em saúde pública.

Confira aqui o Calendário Vacinal da SBIm 2021-2022 elaborado do nascimento à terceira idade.

A importância da vacinação para a saúde pública

A imunização é mais do que uma questão individual, é uma medida de saúde social. Quanto mais pessoas se vacinarem, mais a população fica protegida e, dessa forma, até acabar com a doença.

Além disso, quanto mais pessoas vacinadas, menos pessoas doentes, menos mortalidade e menos gastos com internações, equipamentos, profissionais, remédios e tratamentos. Logo, menos gastos com a saúde pública e mais qualidade de vida para todos.

Isso é possível devido à característica de transmissão das doenças. Se uma pessoa infectada transmitir para apenas um indivíduo, a população inteira poderá adoecer. No entanto, uma pessoa vacinada não desenvolve a patologia, caso entre em contato com o vírus ou a bactéria, quebrando o ciclo do contágio.

Ainda mais em tempos de pandemia por conta da Covid-19, vacinar-se contra o coronavírus SARS-Cov-2 é a principal forma de se combater esse vírus mutante que se propaga muito rapidamente pelo ar.

Uma boa notícia: o Estado de São Paulo começou, nesta segunda-feira (6), a aplicar a quarta dose da vacina de Covid-19 nas pessoas com mais de 50 anos de idade e em todos os profissionais da saúde, conforme norma do Ministério da Saúde. Assim, aumenta-se a proteção contra o SARS-Cov-2.

Quanto mais pessoas imunizadas, mais pessoas protegidas, menos pessoas doentes e menos gastos com a saúde pública. Vacine-se!

Fique atento às campanhas de imunização! Proteja-se!

Procure o posto de saúde mais próximo de sua casa e verifique qual ou quais vacinas você precisa para se proteger e proteger a quem você ama.