Prevenção de Câncer de Colo uterino

 

As mulheres, utilizam a assistência de saúde, mas deixam de fazê-lo para as

questões de prevenção e acabam usando a mesma somente quando há

uma necessidade imperiosa, motivada por sintomas que sejam profundamente

desagradáveis e nem sempre correspondendo a uma doença grave

que pode evoluir silenciosamente.

HPV de Alto Risco

 

Detecção:

 

  • Os exames são feitos a partir de amostras de material cérvico-vaginal.
  • O Câncer de Colo Uterino é motivado por infecção pelo vírus HPV.
  • O HPV pode ser detectado antes de evoluir para o Câncer.
  • A detecção prévia possibilita uma intervenção colposcópica e citológica, garantindo a não instalação dos tumores.

 

 

Casos:

 

  • 80% das mulheres tem contato com HPV em algum momento da vida.
  • 490 mil novos casos por ano de Câncer de Colo Uterino são registrados no mundo.
  • 50 mulheres por dia (em SP) são diagnosticadas com Câncer de Colo Uterino (18,3 mil/ano).
  • 13 morrem diariamente (em SP) perfazendo 4.800 óbitos/ano.

 

 

Citologia Papanicolau falso negativa, representa uma taxa de 20% dos casos.

Mais Câncer, Mais Mortal

Surge de 5 a 10 anos após a infecção da mulher com HPV de Alto Risco.

Fonte: SEER - Surveillance, Epidemology and Results Program, NCL, NIH, EUA.

Câncer de Colo Uterino é sexualmente transmissível,

e a única etiologia é o vírus HPV.

Fonte: Guttmarcher Institute Policy, Review Winter 2012, Vol. 15, number 1

É duas vezes mais frequente em países em desenvolvimento.

A mortalidade é 3 vezes maior.

® 2018 Genoa/LPCM.   Todos os direitos reservados.